Menu

« »

Content

Arroz Vermelho à Marinheira

Inspirado na culinária internacional, o arroz vermelho , apresenta grãos que originalmente foram cultivados na região de Camargue, na França. O grão, que pertencente ao subgrupo integral, chegou ao Brasil através dos portugueses em meados do século XVIII, e logo teve seu cultivo proibido pela coroa portuguesa por motivos comerciais, o que fez com que a variedade ficasse longe da mesa dos brasileiros por 120 anos.

No entanto, fazendas clandestinas do sertão nordestino mantiveram sua produção por conhecer o potencial nutritivo do arroz vermelho. Comparado ao arroz branco, ele conta com 15% mais proteínas, três vezes mais ferro e duas vezes mais zinco. Além disto, possui monocolina (elastina natural), que auxilia na redução do colesterol ruim, o LDL, e propriedades antioxidantes, que evitam o envelhecimento precoce. A variedade é ainda essencial para o sistema imunológico, protegendo as células dos radicais livres.

arrozvermelho

 Modo de Preraro:

Tempere 5 lulas frescas em rodelas ou 400 g de lula congelada com suco de ½ limão siciliano, cubra e leve à geladeira por 15 minutos. 

Cozinhe 1 xícara (chá) de arroz vermelho , seguindo o modo de preparo para ser servido quente. Acrescente ½ xícara (chá) de vinho branco (100 ml) antes de adicionar a água.

Em frigideira antiaderente, aqueça 4 colheres (sopa) de azeite, junte ½ bandeja de ervilha torta em tiras (100 g) e refogue por 3 minutos. Adicione a lula com o suco, tempere com sal e pimenta-do-reino e cozinhe por 5 minutos. Acrescente ¼ de maço de salsa, 2 talos de cebolinha, folhas de 1 ramo de alecrim e folhas de 3 ramos de manjericão, tudo picado, e raspas de ½ limão siciliano,e refogue por mais 2 minutos. Despeje a lula com o refogado sobre o arroz e sirva quente ou frio. 

Tempo de Preparo: 25 minutos

Rendimento: 4 porções

Bom apetite!

botao voltar

Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidei com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolvi desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E parti pra nova luta com 40 (e uns anos), pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.