Menu

« »

Content

Ospitalità, a cozinha italiana em prova

 

Ospitalità Italiana certifica estabelecimentos brasileiros que valorizem as tradições gastronômicas da Itália; Signa Maris incentiva turismo à Sicília por meio de pratos típicos

ospitalita2

Nós, do Universo de Rose, estivemos lá no Circolo Italiano no último dia 16 para conferir e apresentar para vocês a 4ª edição de  Ospitalità Italiana – Ristoranti Italiani nel Mondo regada com a entrega dos certificados de qualidade para restaurantes com fortes características italianas. Com o objetivo de preservar, promover e valorizar a qualidade, a imagem e a tradição da hospitalidade italiana e de seus produtos, no evento deste ano, estava prevista a certificação para 101 estabelecimentos espalhados, pela capital paulista e Brsil afora.

ospitalita4


Criado em 1997, na Itália, o certificado de qualidade surgiu da necessidade de se classificar os estabelecimentos do próprio país. Já o atestado do selo no exterior ocorre desde 2010, sendo a cidade de São Paulo, a primeira fora do território italiano a promovê-lo. Desde então, dos mais de 1300 candidatos em todo o planeta interessados em recebê-lo, cerca de 720 restaurantes no exterior foram atestados com o certificado.
Para receber o selo 2014-2015, os selecionados devem ser aprovados em 10 requisitos, que englobam desde a utilização de produtos oriundos da Itália, como vinhos e azeites, passando por pratos que sejam fiéis às receitas do país, até a presença de um funcionário fluente no idioma italiano.

ospitalita1

 

Confira os 10 requisitos a serem avaliados pelo júri nesta edição:

1 - Identidade: O restaurante deve ter, ao menos, uma pessoa que saiba se relacionar com o público no idioma italiano.

2- Salas de Jantar: O ambiente interno do restaurante deve conter um ou mais elementos peculiares à Itália e sua cultura.

3- Cardápio: deve ser escrito corretamente em língua italiana

4- Proposta enogastronômica: O percentual de pratos e receitas da tradição italiana inscritos no cardápio deve ser superior a 50%.

5- Receitas e indicações de proveniência dos ingredientes: Devem ser utilizados produtos italianos.

6- Carta de vinhos: A carta de vinhos deve conter vinhos italianos DOP/DOCG/DOC/IGT em pelo menos 20%.

7- Azeite extravirgem: Deve ser sempre servido aos clientes azeite extravirgem DOP.

8- Experiência e competência da cozinha italiana: Será avaliado elementos do currículo do chef de cozinha.

9- Produtos de origem reservada: o estabelecimento deve garantir que sua intenção em preservar a cultura e as origens italianas estejam a frente das características regionais de onde estiver localizado.

10- Produtos enogastronômicos DOP utilizados: especificar quais produtos DOP e IGP são utilizados no restaurante.

 

 

ospitalita3

O Ospitalità Italiana no Brasil é uma realização da União das Câmaras de Comércio da Itália (Unioncamere), do Instituto de Pesquisas Turísticas (Isnart) e da Câmara de Comércio, Indústria e Agricultura de São Paulo (ITALCAM).


Para reforçar ainda mais o incentivo de manutenção das tradições italianas, houve também, durante a entrega dos certificados aos restaurantes, o coquetel Signa Maris, onde produtos sicilianos doces e salgados, além de vinhos, puderam ser apreciados por meio de degustação. A ideia é incentivar o turismo nos territórios do “Polo da Sicília Grega” por meio de sua rica gastronomia. A região, ao sul da Itália, é uma das mais bonitas do Mediterrâneo.

botao voltar
Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidei com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolvi desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E parti pra nova luta com 40 (e uns anos), pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.