Menu

« »

Content

Modelo de Dieta para o mundo: a Japonesa

 

ONU elege o Japão como exemplo global de alimentação saudável; para divulgar o estilo de vida japonês, a rede Hirota promove ações de saúde e oferece um mix de mais de mil produtos orientais em suas lojas

dietajaponesa3

O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o brasileiro José Graziano da Silva, disse que o país asiático tem "o nível mais baixo de obesidade entre as nações desenvolvidas, menos de 4%". É uma cultura alimentar única e saudável que inclui vegetais, frutas e peixes", afirmou. O objetivo da ONU é usar o exemplo japonês no combate a dietas inadequadas, que têm uma ligação direta com doenças crônicas como diabetes, câncer e ataques do coração e derrames.

dietajaponesa1

A rede de supermercados Hirota promove o estilo de vida japonês em ações para desmistificar o preparo das receitas, divulgar os benefícios dos alimentos e com espaço especial para os produtos orientais, em um mix de mais de mil itens. Para confirmar essa tendência, a Organização das Nações Unidas acaba de eleger o Japão comomodelo global de dieta saudável.

Jeito japonês - “No Hirota, trabalhamos para divulgar os produtos, mostrando como consumir, como fazer as preparações e os benefícios nutricionais. A gente quer quebrar o tabu de que a comida japonesa é complicada. Muita gente acha que é difícil, mas não é, é muito simples, além de ser ótima para a saúde”, afirma Adriana Miyuki Koizumi, nutricionista da rede.

A maioria dos produtos orientais fica em uma gôndola do programa "Muito Mais Vida", lançado pela empresa para promover o bem-estar entre os clientes. Baseado no jeito japonês de viver, que inclui uma série de práticas associadas à longevidade, qualidade de vida, equilíbrio e disposição, o Muito Mais Vida também oferece workshops e ações de saúde nas lojas. “Devemos aprender com eles, principalmente, como equilibrar a alimentação com a nossa rotina (trabalho, atividade física, estresse), a disciplina do equilíbrio da vida”, orienta Miyuki.

dietajaponesa2

Confira algumas dicas orientais:

1 – Equilíbrio nutricional: dieta à base de vegetais (ricos em fibras e antioxidantes), arroz - excelente fonte de carboidratos, peixes e soja - grande fonte de proteína.

2 – Variação: consumo com preparações diversificadas: cozidos, ensopados, refogados, fritos, no vapor e cru e variedade de alimentos - muitas frutas, legumes e verduras.

3 – Moderação: muitos usam a técnica chamada hara hachi bunme, que consiste em parar de comer quando estiver 80% satisfeito e não até ficar com a barriga estufada. Segundo estudos, o cérebro demora cerca de 20 minutos para registrar que o estômago está cheio.

4 – Pequenas porções: alimentos servidos em pequenas porções ficam mais bonitos à mesa e evitam a ingestão de grandes quantidades.

5 – Experiência alimentar: refeições devem ser coloridas e agradáveis para proporcionar um momento de prazer. botao voltar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidou com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolveu desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E partiu pra nova luta com 40 (e uns anos), "pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z"...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.