Menu

« »

Content

Nutricionista explica como escolher peixes saudáveis.

Com baixo teor de gorduras saturadas e ricos em vitaminas, minerais e ácidos graxos, o peixe é fonte de nutrientes que auxiliam na prevenção de doenças

 

De acordo com dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em média, o brasileiro consome por ano cerca de 7 kg de peixe, quase metade dos 12 kg recomendados pela OMS – Organização Mundial da Saúde.

 

Os peixes são boas opções para refeições leves e saudáveis. Levados à mesa nas celebrações de Páscoa, principalmente na sexta-feira santa, têm baixo teor de gorduras saturadas, são fontes de proteína e ricos em vitaminas, minerais e ácidos graxos como o ômega 3, que auxilia no controle de níveis de triglicérides e colesterol, principalmente o LDL, considerado um colesterol ruim.

 

Para a nutricionista da rede Hirota, Adriana Miyuki Koizumi, peixes são opções altamente saudáveis e deveriam ser mais consumidos pelos brasileiros. “Cada 100g de peixe contém, em média, 93,7 calorias, 1,7g de gorduras, 19,6g de proteínas, 27mg de cálcio, 197mg de fósforo, 0,8 de ferro, e boas quantidades de ômega3, principalmente em peixes de aguas frias e profundas como salmão, atum e sardinha, além de vitaminas A, B2, B3 e E. Sem dúvida é um alimento que deveria ser consumido quase todos os dias, pois auxiliam na prevenção de diversas doenças”, comenta a nutricionista.

 

peixefresco

 

Confira algumas dicas da nutricionista para escolher o peixe:

 

Para qualquer espécie de peixe fresco, é necessário seguir algumas recomendações que auxiliam na escolha do melhor e mais adequado produto para qualquer tipo de preparo.

 

·         É importante que o peixe esteja lavado e limpo, sem vestígios de areia, poeira, sabão qualquer outro tipo de material.

 

·         Não deve ter marcas de furos, cortes ou manchas que não sejam características da espécie.

 

·         As escamas precisam estar firmes e resistentes, além de parcialmente transparentes e brilhantes e a pele úmida e

bem aderida ao peixe.

 

·         Os olhos devem estar brilhantes e salientes, sem a presença de pontos brancos no centro.

 

·         A membrana que reveste a guelra, conhecida como opérculo, tem que estar rígida e oferecer resistência a sua abertura. A parte interna deve estar brilhante e com os vasos sanguíneos cheios.

 

·         É importante checar as brânquias que devem apresentar coloração de rosa a vermelho intenso, estarem úmidas e brilhantes, com ausência ou discreta presença de muco (líquido pastoso).

 

·         Odor, sabor e cor devem ser característicos da espécie.

 

·         No varejo devem ser expostos dentro de câmaras refrigeradas ou sobre uma espessa camada de gelo.

 

Ótimos preparativospara o feriadão!


botao voltar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidou com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolveu desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E partiu pra nova luta com 40 (e uns anos), "pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z"...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.