Menu

« »

Content

Nutrição e Estética

Independente do tratamento realizado, a alimentação balanceada, com todos os nutrientes, é necessário. Nenhuma dieta restrita ou que valorize um nutrientes em relação ao outro são aconselhadas. Privar o organismo de um nutriente essencial pode ser prejudicial para o corpo, para a pele, unhas, cabelos.
A nutrição e estética atua na melhora da saúde como um todo, pois é pela alimentação que temos todas as fontes de nutrientes, mas também tem prioridade na melhora da estética, com alimentação específica para o tratamento a ser realizado e suplementação individual.

nutriestetica

A inflamação, não é favorável para a estética e atualmente é um processo muito comum, é uma resposta do organismo contra algo que o prejudica, causando uma série de reação para se proteger. Quando essa reação se torna crônica, ou seja, repetidas vezes, pode levar a patologias consequentes do processo inflamatório, sendo a obesidade, diabetes, doenças do coração.

Um dos fatores relacionados com a inflamação é a alimentação incorreta, com a falta de alguns nutrientes e/ou excesso de gordura saturada, carboidratos simples (açúcar) e sódio. São chamados de alimentos pró inflamatórios.

Os alimentos que protegem o organismo são chamados de antiinflamatórios e são as hortaliças, frutas, alimentos integrais, alimentos ricos em ômega 3, como o peixe, óleo de linhaça, azeite de oliva, óleo de peixe e se necessário, suplementos contendo ômega 3.
Para nutrição na estética, esse processo inflamatório tem relação com o envelhecimento da pele, a acne, a gordura abdominal e obesidade.
A alimentação adequada previne e controla a inflamação. Atenção especial deve ser dada a proporção do ômega 6 - presente nos leites e derivados, carnes e ovos, óleo de soja, milho e girassol e ômega 3 - presente no peixe, óleo de canola, óleo de linhaça e de peixe e nozes. Se o consumo de alimentos fontes de ômega 6 for muito maior do que de ômega 3, a alimentação terá muito mais alimentos pró inflamatórios. Uma forma de equilibrar essa proporção, éconsumir alimentos fontes de ômega 3 e se necessário a suplementação com indicação e na quantidade adequada.
 

Boa leitura! botao voltar

Isabella Bianco

Nutricionista, formada em nutrição pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUCAMP. Resido em Maringá, estado do Paraná, trabalho como nutricionista na área hospitalar do Hospital Universitário de Maringá - UEM, além de atender em consultório na mesma cidade. Sou especialista na área de Nutrição Clínica, tenho interesse em pesquisar e escrever sobre alimentação saudável como parte da qualidade de vida, nos seus vários aspectos.

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.