Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 898
Menu

« »

Content

O que é resveratrol ? Quais são seus benefícios?

uva1

Um nome diferente, mas com tantos benefícios. O resveratrol é produzido naturalmente pela videira para proteger os cachos de uva contra os fungos e a umidade. Como o resveratrol é resultado de um sistema de proteção da planta, quanto mais agressivo o ambiente em que ela é cultivada, maior a quantidade de moléculas presentes na uva. Ele é encontrado principalmente na casca e nas sementes das uvas (Veja, 2004). A uva é uma fonte de resveratrol e flavonóides.

uva2

Os polifenóis, derivados dos flavonóides, possui elevada atividade antioxidante. Quanto maior o número de grupos fenóis, maior é a capacidade antioxidante, pois a liberação de átomos de hidrogênio dos radicais hidroxilas (OH) remove radicais livres (moléculas com valência livre em que falta um ou mais elétrons para ocupar todo seu orbital), estabilizando-os (FERRARI, 2005).

Segundo CASSANI, 2012, “os compostos bioativos, ou antioxidantes, dentre eles os flavonóides presentes na dieta podem estar associados à redução do risco cardiovascular, no que se refere à prevenção da aterosclerose. Frutas, verduras, grãos, sementes, castanhas, bebidas como vinho, suco de uva e chás são fontes destes polifenóis, aos quais os flavonóides fazem parte”.

Estudos mostram os benefícios do resveratrol. Favorece a produção pelo fígado de HDL-colesterol ("colesterol bom") e proporciona uma redução de LDL-colesterol ("colesterol ruim"), além de impedir a oxidação de LDL-colesterol circulante (MORAIS, 2010).

Entre suas principais fontes alimentares, estão as uvas, onde o resveratrol está presente principalmente nas cascas ( 5-10 mg resveratrol/100g); o vinho tinto (1,5-3 mg resveratrol/L) e também algumas frutas vermelhas (3µg resveratrol/100g ) e oleaginosas, como o amendoim (150µg resveratrol/100g) (ALMEIDA, 2011).

Referências

CASSANI, R.S. O que é uma dieta saudável para a prevenção da doença cardiovascular: O papel dos nutrientes sobre lípides, sobrepeso, hipertensão arterial e inflamação subclínica. Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo. São Paulo,v. 22, n.2, p. 9 – 13, 2012.

FERRARI, C.K. Bioquímica dos alimentos funcionais, Nutrição e Saúde. Nutrição profissional. Ano I, n. 1, maio/junho, 2005, p. 21 – 28.

ISHIMOTO, E. Utilização de alimentos funcionais e nutracêuticos na prática clínica: o grande desafio. Nutrição profissional. Ano I, n. 1, maio/junho, 2005, p. 29 – 37.

MORAIS, V. E LACATELLI, C. Vinho: uma revisão sobre a composição química e benefícios à saúde. Evidência. Joaçaba, v. 10, n. 1-2, janeiro/dezembro, 2010. Disponível em: unoesc.edu.br/index.php/evidencia/article/.../1159/pdf_255

SOUTO, André. Supermolécula pode prevenir doenças. Revista da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Rio Grande do Sul, ano XXX, n. 133, março-abril, 2007.

VIGGIANO, C. Segunda Era de Ouro da Nutrição: Os alimentos Funcionais. Nutrição profissional. Ano I, n.1, maio/junho, 2005, p. 12 – 20.

ALMEIDA, D. O efeito do resveratrol no combate a obesidade. Disponível em: http://nutricao.diabetes.org.br/artigos-cientificos/nutricao-e-ciencia/1635-o-efeito-do-revesratrol-no-combate-a-obesidade

Vinho e Saúde. Os fatos.Revista Veja. 13 de outubro de 2004. Disponível em: http://veja.abril.com.br/131004/p_106.html  

botao voltar

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Mais nesta categoria: « Leucemia, sintomas e tratamento