Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 893
Menu

« »

Content

Maio, mês das Noivas...

 

 

Meia estação, nem muito quente, nem muito frio... Dias de sol, temperatura agradável...

Talvez por isso haja tantos casamentos em maio. É um mês tradicionalmente conhecido como mês das noivas. Porém, não se sabe ao certo o motivo real disso. Há várias hipóteses, entre elas uma remete à Idade Média na Europa. O outono de nosso hemisfério é a primavera europeia. Estação também amena e conhecida como a época dos banhos. As noivas tomavam seus banhos de imersão e jogavam flores com aromas afrodisíacos na água. Depois, faziam ramalhetes com o restante das flores não imersas, o que originou o famoso buquê das noivas. Os futuros maridos também se banhavam para a ocasião, não com tanto glamour, mas ficavam limpos e cheirosos para a cerimônia.

buque1

Tanto as religiões católica como a protestante têm o mês de maio como especial. Para os católicos, maio é a consagração a Maria. Para os protestantes é o mês da família. O mundo toda celebra o Dia das mães nesse mês. As datas reservadas para esse dia especial varia, mas elas são lembradas praticamente em todos os países.

Jesus honrou as mães de várias formas, ao ressuscitar o filho da mãe viúva que estava perdendo seu único filho, num mundo mais machista do que hoje, ele era seu único passaporte para a aceitação da sociedade. Jesus também honrou a mãe de Pedro ao curá-la de uma febre muito alta. Ele honrou sua própria mãe quando, na cruz, delegou João para cuidar dela. Numa época em que as mulheres eram muito pouco consideradas, Jesus as honrou.

O apóstolo Paulo também honrou as mulheres quando no livro de Efésios disse aos maridos que eles deveriam amar suas esposas. Num tempo em que os casamentos eram, em sua maioria por conveniência, o apóstolo Paulo diz aos maridos que estes deviam amar suas esposas.

Voltando aos dias de hoje podemos dizer que, com raras exceções, os filhos são desrespeitosos, desobedientes e negligentes. Pais e mães sofrem abusos verbais de filhos que não têm consideração, nem reconhecem o quanto seus pais se deram por eles.

Neste mês das mães, os filhos poderiam parar e avaliar como estão se relacionando com elas. Os maridos poderiam parar e avaliar como estão se relacionando com suas esposas, mães de seus filhos. Como seria bom se houvesse um movimento real neste mês de maio, que repercutisse por todos os outros meses do ano.

Que este lindo mês seja regado de emoção, mas também de razão, conduzindo a um estilo de vida mais assertivo e mais gentil. 

botao voltar

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.