Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 894
Menu

« »

Content

Morar no século XXI

 

Arquiteto e urbanista, Candido Malta, falou sobre o Morar no século XXI durante o lançamento do Projeto Família Sempre Protegida, do Grupo BB E MAPFRE, ontem, 14/10, em São Paulo. Na ocasião, o especialista comentou sobre a relação da sociedade com o espaço privado e público e a proteção do maior patrimônio físico da sociedade: a residência.

 

moraseculoXXI1

A mesa redonda foi mediada peça jornalista Mônica Waldvogel, contando também com as participações da diretora de Negócios de Serviços do IBOPE, Silvia Cervellini, do presidente do Grupo BB E MAPFRE, Marcos Ferreira, do arquiteto Candio Malta e do terapeuta Marcos, que debateram dobre o tema: ".Morar no século XXI",  durante o lançamento do Projeto Família Sempre Protegida, do Grupo BB E MAPFRE.

O arquiteto Candido Malta  tem feito planos de bairro e que as pessoas querem é tranquilidade, um ambiente interiorano e ter a casa como reduto de moradia é considerado o mais importante. A casa da pessoa muito pobre é permeável, porque é favela,mas isso não quer dizer que ela não pode ser um ambiente tranquilo.

Ainda segundo o arquiteto,as pessoas cuidam do que está dentro do núcleo muito estreito, em vez de pensar em tudo. Planejamento urbano tem que ter uma visão coletiva. A importância da vida numa casa está implícita em segurança no bairro. Isso requer planejamento, processo democrático, aperfeiçoado, assumir nossa parte e contar com Deus (apenas) para o impossível.

morarseculoXXI3

Os povos que vivem num clima ameno, têm comida o ano inteiro, não se preocupam muito com o planejamento; já os povos que vivem em estações climáticas escuras e pesadas, aí sim, tem que planejar. A ideia de pensar no futuro é muito boa e deve ser praticada por todas as culturas.

 

Silvia Cervellini, diretora de Negócios de Serviços do IBOPE, comentou que as pessoas investem muito dentro de casa  para que ela se torne uma concha protetora. Os investimentos são psicológicos e consumo. As pessoas acham que às vezes não vale a pena investir no futuro e por isso não liga para patrimônio. É uma falha!

Marcos Ferreira, presidente do Grupo BB E MAPFRE, comentou que habitar no século XXI é uma transição, pois o mundo nos traz uma complexidade, inclusive como crescimento da mulher executiva que precisa se cercar de serviços. Deve haver planejamento para que se tenha benefícios em vários aspectos.

Para todos eles, morar bem é um dos passos mais sonhados e importantes. A casa é muito mais que um casulo, núcleo de proteção e tranquilidade, traz pessoas que amamos, sentimentos, recordações. "Temos que proteger tudo isso, inclusive os que estão em casa", ressalta Marcos.

morarseculoXXI4

 

O Projeto Família Sempre Protegida inaugura, em nível mundial, uma nova forma de ofertar e contratar seguros. Os jornalistas presentes também puderam viver a experiência real de adquirir uma apólice de uma forma que deve representar a maior mudança cultural no mercado brasileiro de seguros desde o seu surgimento.

Até semana que vem botao voltar!!!

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.