Menu

« »

Content

Chris Flores fala de gastronomia, beleza, lifestyle e sua transição para o SBT

Chris Flores que já trabalhou em tantas áreas mas não tinha pretensão de estrelar um programa de TV salienta "Não foi algo que busquei, mas acabei me apaixonando", diz ela

Mulher típica da atualidade, multifacetada, tem pinta de modelo mas não é sua primeira carreira. Alta, bonita, estilosa, simpática, mãe, esposa, super  antenada nas mídias sociais e cheia de conteúdo. Participou da comunicação e marketing de governos, prefeituras e campanhas políticas, foi editora e fez reportagens para algumas revistas que circulam por aí. Atuou como repórter do jornal Agora, no SBT como coordenadora de comunicação e na Record, foi colunista de celebridades do jornalismo. Fez várias participações no programa A Casa é Sua (Rede TV!), do Programa da Tarde e apresentadora do Hoje em Dia, blogueira do R7, dentre outras atividades.

chris2

Sim, ela mesma: Christiane Manolio Valladão Flores Corrêa, popularmente, Chris Flores, paulistana, prestes a completar 40 anos,  jornalista formada pela PUC com pós graduação em Jornalismo Internacional, apresentadora de TV e colunista. Trabalhou em grandes empresas de comunicação, como Editora Abril, Grupo Folha, SBT e Record. Na área da família, é autora do livro “Um Bebê em Casa” e colunista da revista “Claudia Filhos”. Foi nomeada Embaixadora Brasil do Ano Internacional das Florestas, da ONU (Organizações das Nações Unidas).

chris7

Casada há 13 anos com o fotógrafo Ricardo Corrêa, a jornalista ainda não subiu ao altar. “Mas quem sabe mais para frente? Agora tenho várias dicas e ainda conheço os especialistas da área. Só não abriria mão de entrar com meu filho”, frisa a apresentadora, mãe de Gabriel, de 11 anos, fruto do relacionamento com Ricardo que apresentará o novo Reality sobre casamentos no SBT.

Chris Flores iniciou sua carreira jornalística em uma assessoria de imprensa mas, antes do jornalismo, teve outras experiências profissionais. Foi bailarina. Aos 14 anos, enxergou na dança que praticava desde os três anos de idade, uma oportunidade de trabalho. Além de professora e bailarina, ela também foi vendedora de produtos náuticos, e segundo ela,  começou a entender o que era responsabilidade naquela época, enquanto dividia seu tempo entre os estudos para o vestibular e o trabalho.

Convidada do The Noite recentemente, a jornalista relembrou um caso marcante da televisão brasileira e que virou um dos memes mais clássicos da internet: a Grávida de Taubaté. Na época, a apresentadora trabalhava no Hoje em Dia e entrevistou Maria Verônica Aparecida César Santos, a 'grávida'. "A gente estava em dúvida porque era esdrúxula aquela barriga", disse Chris a Danilo Gentili, que brincou: "Eu tinha vontade de chutar aquela barriga".

chris14Em 2011, Maria Verônica dizia estar grávida de quadrigêmeas e fez sucesso na cidade de Taubaté, interior de São Paulo. Ela começou a receber fraldas e outros itens de moradores da cidade e, depois, foi ao Hoje em Dia pedir ajuda financeira, mas a apresentadora não comprou a história. "Eu falei: 'gente, não posso fazer o programa porque eu não acho que ela está grávida'. Daí levaram ela no meu camarim, falaram para eu conversar com ela. Eu conversei e joguei a real com ela: 'eu acho que você não está grávida, eu preciso ver a sua barriga para saber que você está grávida'. Ela começou a chorar. Estava com filho do lado, começou a gritar, a me humilhar", relembrou Chris.

Mas a apresentadora continuou insistindo para saber a veracidade da história. Quando ela saiu do ar, eu falei com um repórter que ia acompanha-la até Taubaté. Eu falei 'vai pra Taubaté e descubra, porque essa mulher não está grávida e eu quero desmascarar ela'. Dito e feito. No mesmo dia, ele foi no médico e descobriu que aquela ultrassonografia não era dela, ela tinha roubado da internet", relatou a apresentadora. Depois de desmascarada, Maria Verônica teve de devolver os itens que ganhou do programa e, posteriormente, foi processada pelo Ministério Público.

Apesar da vida corrida de apresentadora de TV, Chris Flores, não troca os afazeres maternos por nada. Ela, que chegou à TV aos poucos encantou equipe e telespectadores. A mãe de Gabriel  curte todo o tempo livre com seus dois amores. "Quando não estou trabalhando, estou em família. Abro mão de qualquer badalação para estar com eles, marido e filho", afirma a jornalista.

chrisecoletiva

Chris assinou contrato com o SBT em setembro de 2016. Dias antes, havia encerrado seu compromisso com a Record. Ela explica que só tem boas recordações da antiga emissora, mas que foi difícil quando soube que não continuaria no comando do ‘Hoje em Dia’, ao lado dos amigos Celso Zucatelli e Edu Guedes. “O que senti na época foi que não consegui me despedir do público. Quem trabalha com TV sabe que isso pode acontecer, que uma hora ou outra podem dizer que o programa não vai existir mais”, pontua. Quando perguntada se estaria pronta caso isso aconteça no SBT, foi rápida no gatilho: “Sim, estou super pronta. A emissora não é minha, o programa não é meu. Até programa que tem o nome do apresentador não é dele. Se quiserem, tiram o seu nome e o seu programa e colocam outra pessoa. A gente chega a ficar chateada, com dorzinha no coração. Mas vida que segue”.

E foi um dia desses em evento na capital paulista que encontrei a Chris e durante uma gostosa conversa, tentei agendar um horário para entrevistá-la, mas ela sugeriu que poderia ser naquele momento. Levei até um susto! Falamos de tudo um pouco: puxei para a gastronomia, claro, mas claro que  beleza, viagens, trajetória, família não ficou por fora. Confira nosso bate papo para o Universo de Rose:

Universo de Rose – Chris, como você mantem esse “corpichio”?

Chris Flores –  (risos) Como de tudo um pouco, em intervalos menores  mantenho uma alimentação equilibrada, mas nada de fazer grandes sacrifícios. Como tenho gastrite, aprendi a comer direitinho, com o intervalo máximo de quatro horas entre cada refeição. Adoro frutas e alimentos integrais. Às vezes até bebo refrigerante e como fritura e ao invés de fazer um pratão e ficar horas sem comer, como de tudo um pouquinho (risos). Para complementar, os exercícios, claro, são aliados poderosos: caminhada, Pilates; aos fins de semana, aproveito para passar o tempo com a família. Garanto que brincar com o filho é queimar calorias na certa!  O Gabriel é pura animação e corro atrás para acompanhá-lo.

chriscapa

UR – Em suas viagens o que você mais gosta de fazer, comer e desfrutar?

CF – Eu amo viajar e comer – sim, magra desse jeito (risos), comer um pouquinho de tudo. A gastronomia é uma forma de você conhecer o lugar de cada coisa e conhecer os lugares, sou daquelas que se joga quando está fora, pois quero conhecer  a gastronomia local. Não vou pra India, por exemplo, e procuro um restaurante brasileiro, esquece! Experimento receitas, sabores, temperos, tento viver a vida local também seja numa padaria, empório, mercado ou restaurante – experimentar geleias, pães diferentes, queijos, as vezes até um iogurte, é incrível! Viagem pra mim é isso, conhecer lugares e comer; não tem economia. Não Sou uma pessoa  ligada a roupas, joias, sapatos, claro, se tiver uma coisa bonita, eu compro.  Mas eu prefiro a comida, passear em parques, visitar museus, é muito comum lá fora. Meu hábito é promover encontrinhos  para partilhar, conhecer mercadinhos e levar a sacolinhas para o hotel (risos). A nossa culinária é tão rica e muitas pessoas desconhecem a prática disso tudo.

UR –  E o que não pode faltar em sua mala de viagem e na geladeira?

CF – Na mala, um sapatinho confortável, tênis para pegar ônibus, fazer caminhadas, andar de bicicleta; prefiro o tênis porque dá mais leveza para encarar todas essas atividades com desenvoltura. 

E na geladeira, uma bolachinha salgada pra quando bater a fome: “Oi, tem algo aí pra mim?”, como muita fruta, bebo muita água – sem gelo  por causa da garganta e proteger a voz. Eu  super acostumei com isso e nem sinto falta de outras bebidas. Como qualquer fruta, muitas frutas,...

UR – A pergunta que não quer calar: você sabe cozinhar?

CF – Sei e adoro, mas cozinho bastante o trivial durante a semana - uma polenta, uma carninha moída, estrogonofe, peixe, um franguinho com laranja que meu filho adora e a gente percebe o que o pessoal mais gosta no dia a dia e nos fins de semana com tempo, faço receitas mais elaboradas para curtir - faço torta, bolo, um bolinho de maçã que todo mundo gosta. Quando tem algo muito diferente deixo para o fim de semana, faço farofa – eu adoro, massa, faço tudo!

UR – Você é uma pessoa vaidosa? Como você se cuida?

CF –Hoje, cuido mais do cabelo, passo hidratante no rosto e no corpo, creme anticelulite e voltei a me exercitar. Preciso me cuidar porque já passei dos 30 há um bom tempo (risos). Eu era uma mulher normal. Saía de casa e via se eu não estava saindo ridícula. Não usava maquiagem, só um batom, um rímel, no máximo. Uma calça jeans, uma camisa. Não estava preocupada com tendências (risos). Quando comecei a ir para o ar, minha preocupação era se eu estava dizendo o português correto, seu eu iria passar a informação certa. Quando estava na Record e virei apresentadora, o Vildomar Batista (diretor da atração na época) teve uma conversa comigo: “Você virou apresentadora. Mudou. Você senta do lado da Ana Hickmann. Você tem que se colocar no mesmo nível que ela e se comportar como apresentadora. Não passava pela minha cabeça usar saia, decote. Pensava: “Sou jornalista, não posso” (risos).

UR – O que mais você mudou, além do visual, Chris?

CF – Mudei muito. Você começa a entender o seu corpo e a se valorizar. Percebi que podia ficar mais feminina, mais mulher. As pessoas poderiam se espelhar em mim sem ficar vulgar, que era o meu maior medo. Eu tinha uma preocupação tão grande de conteúdo que eu achava que as pessoas iam achar que eu perdi todo meu conteúdo e que queria ficar gostosa. Preferia ser a feia inteligente do que a bonita burra. Tinha muito medo. Principalmente quem estuda, se prepara. Cheguei ali por causa do conteúdo e não pela beleza. Hoje, acho que estou melhor do que eu estava. O mais legal é que eu fiz uma melhora sem recorrer à cirurgia. Comecei a limpar o rosto, passar creme, cuidar do meu cabelo, tirei os óculos, coloco uma roupa que me valoriza. Não vou ser considerada menos se eu ficar bonita. E o que eu falo sempre no ar, quando posso comentar uma matéria é: estude muito que vale a pena. Nós, que trabalhamos com celebridades, somos muito desacreditados. Viramos escória do jornalismo. Eu já fiz política e é a mesma coisa.

chris15

UR – Você é uma pessoa consumista?

CF – Não. Não sou uma pessoa que entra em uma joalheria e fala: “hum, hoje eu vou comprar uma joia”. Para mim, gastar é viagem com a família, uma casa legal com um quarto bacana para o meu filho, uma cama confortável. Roupa, não ligo.Sapatos, só tenho os que eu uso. Não tenho nenhum par lá que nunca usei. Uso até gastar. Bolsas, tenho algumas. Tem coisa que a gente gosta, acha bonito. Mas tem coisa que acho absurdo. Eu ajudo muita gente também, amigos, família. Eu posso fazer essas coisas hoje. E eu guardo também, porque não sei o dia de amanhã. Sou jornalista e estou apresentadora. Essa é minha realidade. Televisão é muito vulnerável e quem deixa a gente no ar é o telespectador. Hoje estou bem, graças a Deus. Quero trabalhar. Para mim, não interessa ficar na geladeira ganhando dinheiro.

UR – Como você concilia  a carreira com a vida familiar?

CF –  Como eu e o Ricardo conhecemos o trabalho do outro, nos apoiamos. Quando se ama de verdade, tudo dá certo. Como sempre optei por não ter babá, nós revezamos com Gabriel. Ricardo costuma não marcar nada em meus horários  de gravação da TV  e eu tento ficar disponível quando ele tem seus compromissos. A correria na minha vida segue desde a época em que meu filho era mais pequeno - acordar às 6h, tomar banho, ir para a TV, tomar café e ler os jornais e sites. Dependendo do dia, tenho gravações, faço fotos, participações em outros programas, reuniões, tenho meu site pra resolver e outros projetos em paralelo. 

UR – Qual a sua fonte de inspiração? Quem são suas referências na TV? 

CF –  Admiro qualquer pessoa que consiga sobreviver na televisão. Porque não é fácil, ainda mais nos dias de hoje. Óbvio que eu admiro a Hebe Camargo , o Silvio Santos. São referências, não tem jeito. O Fausto Silva, a Ana Maria Braga , eu respeito muito. O Luciano Huck acho que é um grande talento. O Rodrigo Faro nem se fala - hoje, é o novo grande talento da televisão. A Angélica , gosto muito dela também. A gente tem que olhar para cada um e tentar pegar um pouquinho de cada. O Celso Freitas lê um off que não tem igual. É muita gente.  Fátima Bernardes é referência para mim. É uma jornalista completa, uma pessoa culta, fez coberturas internacionais brilhantemente, ela cobriu a Copa! E muito bem, com simpatia. É uma pessoa simples, na dela, uma supermãe. E foi bailarina também (risos).

chris12

UR – Fale um pouco de seu projeto no SBT

CF –  Eu já sabia que é uma casa espetacular, pois trabalhei lá nos bastidores e é um reality inovador, não existe no mundo. Numa semana a gente tem que organizar o casamento.  A dinâmica do programa atual “Fábrica de Casamentos” é bem simples. Um casal é inscrito por um amigo, parente ou mesmo até por um dos noivos, e o casamento sai de graça. A produção tem sete dias para realizar todo o processo, desde a escolha do local da festa, atrações, decoração, cerimônia. No final, eu e Bertolazzi damos um presente para os noivos: pode ser uma viagem de lua de mel, a presença de algum parente especial. Será sempre algo que entendemos que tem a ver com a história dos noivos. Para ajudar nessa missão contra o tempo, um time de especialistas em várias áreas foi contratado para dar o suporte luxuoso aos participantes. A organizadora de casamentos Elisa Tavares, a chef confeiteira Beca Milano, o hairstylist Robson Jassa, o estilista de alta costura Lucas Anderi, o maquiador Junior Mendes e, na cozinha, o chef Carlos Bertolazzi e o sub chef Hugo Grassi. A Elisa já fez casamentos de R$ 2 milhões pela empresa em que é sócia. O Lucas tem vestidos que são o preço de um carro. Não somos um programa assistencialista. Realizamos sonhos de casais apaixonados. Parte da surpresa do programa fica por conta da noiva, proibida de ver o vestido até cinco minutos antes de pisar no altar. No primeiro encontro, ela tira as medidas com o estilista Lucas Anderi. Depois, só um dia antes da cerimônia ela faz nova prova. Normalmente, uma noiva leva no mínimo seis meses para ficar com um vestido pronto, em quatro provas. Fazemos em sete dias e a noiva já se vê pronta e maquiada. Tem muita emoção.

chris10

chris11

 Chris experimentando alguns looks de noiva e brincando com o estilista bridal Lucas Anderi e o maquiador Junior Mendes. Fotos de Ricardo Corrêa - seu marido, para ensaio de noiva na matéria revista Contigo

UR – Felicidade pra você é...

CF – Felicidade pra mim é enxergar a beleza nas pequenas coisas, é você curtir cada momento da vida, tendo saúde a gente já tem que ser feliz,  é o único jeito para conquistar seus conhos. Sem saúde você não pode viver bem.

UR – Segredinho pra manter o pique?

CF – Olha, pra manter o pique acho que não sou rata de academia, mas faço exercícios em casa, com a TV ligada, passeio com o cachorrinho... é um jeito da gente se manter bem e compartilhar com a vida.  Se viajo, por exemplo, levo  meu filho, ele é um ótimo companheiro, graças a Deus, ele é respeita novas culturas, não faço viagens caras mas com mochila nas costas para curtir e explorar terreno. Viajo com ele desde pequenininho sem problema algum. Algumas mães param de viajar por causa dos filhos pequenos. Como assim? Pra qualquer lugar do mundo, têm crianças também, não é mesmo?

chrisfloreseeu

Imagens: Instagram Chris Flores / Ricardo Corrêa / divulgação SBT / Carlos Cianci

botao voltar

Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidou com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolveu desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E partiu pra nova luta com 40 (e uns anos), "pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z"...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.