Menu

« »

Content

Laura Wie: beleza, versatilidade, conteúdo e (muito) açúcar!

Doceira de mão cheia, Laura Wie resgata no cardápio do Lady Fina receitas de família com raízes no Sul do Brasil

A gaúcha de Porto Alegre, Laura Wie, formada em Letras pela USP, colecionou importantes registros publicitários nos quatro cantos do mundo desde os 15 aos 30 anos com a carreira de modelo profissional.

laura1

Após esse período retornou ao Brasil e estreou na TV como apresentadora do canal People+Arts, onde trabalhou por 4 anos. Na sequência apresentou por três anos programas especiais para a DirecTV, como o SPFW (São Paulo Fashion Week). E continuou na telinha... contratada pelo jornalismo da TV Cultura como apresentadora do programa "Metrópolis", e mais tarde, "Grandes Mestres da Pintura". Seu rosto também pôde ser visto nas vinhetas da programação do "Domingo Melhor". Passou pelo teatro e atuou por 03 anos na peça Mademoiselle Chanel com direção de Jorge Takla e texto de Maria Adelaide Amaral onde contracenou com Marília Pera.

De 2010 a 2014 atuou como repórter e entrevistadora do Programa Amaury Jr. na RedeTV! E na sequência, passou a apresentar o Tá na Moda, na Record News, mas ressalta: “A amizade com Amaury prevalece, foi uma mudança natural da casa”, disse animada, no Lady Fina, seu charmoso “Bistrô &café” - inaugurado em novembro 2011 com o apoio do marido, Marcello de Lucca, advogado.

A elegante loira não para. Em seu atual empreendimento com toques vintage e ao mesmo tempo moderno, o Lady Fina cresceu e se tornou um charmoso espaço para eventos sociais e corporativos que aborda o ato de receber com novo viés. A decoração, concebida por Neza César, tem referências no design de interiores de cafés e casas históricas da cidade cosmopolita de Berlim, combinando harmonicamente a mistura de estilos e é definido por Laura como uma espécie de “lounge da vovó”, pois remete à sensação exclusiva de receber como se fosse “em casa”, com todo o aconchego, o conforto e a riqueza de detalhes que apenas uma residência possui.

E neste seu aconchegante e encantado endereço na Vila Mariana, ela contou para o Universo de Rose, alguns truques para manter a vida e o corpo em ordem e com muita saúde em todos os sentidos

laura3

.Universo de Rose - Você começou como modelo muito cedo?

Laura Wie - Sim, comecei aos 15 anos. Viajei bastante, foram mais de 30 países, rodando o mundo inteiro como modelo por 15 anos, foi uma oportunidade maravilhosa de trabalho morar em outros países. Voltei para o Brasil e depois dos trinta fui estudar e ter filhos. Minha primeira filha nasceu, eu tinha 31 anos, foi quando eu realmente parei. Naquela época fui pra TV como apresentadora na People, Cultura, Rede TV, passei pelo teatro com Chanel e depois fui para o Amaury. Foi uma fase maravilhosa! Em 2003, veio segunda filha e hoje ela está com 12 anos, o tempo voa (risos).

UR – Você saiu da TV e veio para o Lady Fina?

LW - Desde criança, tinha o desejo de ter o meu próprio restaurante e após ser apresentadora decidi realizar o antigo sonho. Dessa ideia, nasceu o Lady Fina Café e Bistrô – espaço gastronômico de raízes familiares que remete à culinária das minhas avós. O local oferece tortas doces, bolos e sobremesas que traduzem a tradição do comfort food – aquela comida com sabor de infância que aquece o espírito. Sempre tive uma queda por eles – e, apesar disso, sempre mantive a silhueta de modelo. Daí o apelido Lady Fina, que carrego há muito tempo.

UR – E você aproveitou a experiência das avós na íntegra...

LW - Com certeza, por eu amar o sabor diferenciado que o açúcar e suas boas companhias podem trazer mas acima disso, por ter tido o privilégio de aprender com as minhas duas avós da colônia alemã, talentosíssimas na arte da confeitaria caseira, a alquimia exata entre esses ingredientes. E mais do que tudo, por saber que bolos, doces, tortas e comidinhas especiais sempre agregam pessoas e servem de pretexto para um bom papo entre amigos.

UR – E como tem sido a experiência?

LW – Após um bom tempo na televisão, estou me especializando nesta área diferente e tem sido tão bacana! O Café foi reformulado – agora atendemos eventos fechados, caí dentro disso e lido com novas pessoas, os miniweddings recepções com pequenos grupos e é muito legal, estimulante. Por exemplo, cada noiva vem com uma ideia diferente na cabeça, me vejo colocando em prática os sonhos das pessoas, sempre há uma novidade, casamento dentro ou fora num pequeno jardim o que é muito legal.

Meu marido me deu super apoio pra realizar meu sonho, foi uma surpresa muito bacana gerar esse bem estar e o aconchego numa casa comercial mas que remete à casa.

UR – Nessa transição, você se depara diariamente com uma vitrine maravilhosa, cheia dos mais variados bolos, doces e comidinhas deliciosas. Como lida com isso, você é uma pessoa gulosa?

LW – Na  verdade eu me dou ao capricho de comer doces todos os dias e depois faço ginástica. Quando eu era modelo, um grama já fazia diferença (risos), OK, eu me cuidava muito, corri a vida inteir

a, um opção pra voce se manter como meu biotipo, mas agora, não deixo de comer como fazia, não me violento mais. Em qualquer lugar do Brasil ou do mundo, eu paro e experimento doces, tomo meu café com leite e ponto. É uma coisa minha... um costume que vem do sul com os cafés coloniais.

UR – Nessas voltas pelo mundo o que mais te elaurawie1ncantou na gastronomia?

LW – Bom, eu sou apaixonada por artes plásticas. Se hoje eu for trabalhar com alguma coisa, está sempre relacionada à artes. Sempre em viagens, procuro visitar uma obra ou museu. Conheço vários com meu marido e minhas filhas: O Jardim de Monet pertinho de Paris, por exemplo. Visitar palácios em vários países com programas específicos pra isso, juntos. Estou sempre indo atrás de arte, faço programas pra isso, é uma paixão pessoal que vou agregando ao trabalho (risos)...

UR – Nessa rotina, você tem nutricionista ou consegue se manter?

LW – Nunca tive problemas em entender a parte funcional. Sempre li muito e naquele momento entendia tudo quando eu era modelo e eu me segurava muito como mencionei no começo. Tenho uma boa noção no geral, tudo é na base do bom senso, ginástica, a prática de conviver com chefs de cozinha, acumulo um histórico muito bacana, desde que eu comecei com as viagens pelo mundo afora, sempre com novidades.

UR – Você acha que dá certo fazer dieta tipo projeto família ou cada um na sua?

LW – É complicado, cada um tem uma atividade, na minha casa chega a ser engraçado. Minha filha mais velha de 16 é vegetariana, não come carne. Não posso falar: “não comam doces”, meu marido a noite come biscoito. A mais nova adora uma massa, meio italiana, Quero um jantarzinho mas cada um tem um perfil. A questão é assim: cada um opta pelo seu ideal.

 

UR – O que não pode faltar em sua geladeira?

LW – Salada com queijo de cabra, feijão preto, não aquele marronzinho aqui de São Paulo, mas o que se come em Porto Alegre é comum lá. Evito gordura, fritura, embutidos, não como de uma maneira geral é isso. Como arroz e pão integral, feijão, não cozinho nada...

 

UR – Qual o seu prato preferido?

LW – Feijão, arroz, salada e picadinho de carne.

UR – Como você administra o tempo com marido, filhos, casa, carreira?

LW – faço o que é importante, eu sou muito focada, adoro cuidar da casa, mas não limpar – arrumo, administro. Deixo ela linda com flores, cuido do jardim,  das minhas roupas; sou bagunceira durante a semana, mas no domingo arrumo tudo, tento me dividir em etapas para ter tempo para o marido, para as meninas; nem sempre dá 100% certo, mas de uma maneira geral sou bem equilibrada, administro bem. Como não trabalho mais aos sábados, não sou obrigada a estar aqui no Café. Adoro participar de tudo, então antes eu tava sempre lá, mas agora que o esquema do café mudou, era de segunda a sábado, os amigos queriam me ver lá. Agora com eventos fechados eu me programo, agendo e fico inteira, posso cuidar dos detalhes e deixar tudo mais harmônico e gostoso, eu adoro.

UR – Segredinho alimentar pra manter o pique?

LW – Meu café com leite - de manhã e a tarde (risos).

lauramomentoslady

UR – O que você mais gosta de fazer nos tempos livres?

LW – Adoro sentar com as “crianças” e o marido no sofá da sala - uma coisa tão simples, escolher um filme, difícil às vezes, e ficar juntinho... é muito gostoso! Fazer o que gosta, pequenas coisas

UR – O que vale a pena numa carreira, você que entrevistou tantas pessoas e assuntos diferentes?

LW – Eu acho que o que mais vale nesta minha trajetória, foi ter conhecido muitas pessoas e projetos interessantes, poder perguntar (e aprender) sobre diversos assuntos; sou muito interessada realmente uma característica nossa né? 

UR - Tirando o Brasil, em que País você moraria?

LW – complicado. Mas eu adoro Austrália, o clima é muito parecido com o nosso, mas também gosto muito da Inglaterra...botao voltar

 

Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidei com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolvi desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E parti pra nova luta com 40 (e uns anos), pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.