Menu

« »

Content

Atriz Giovanna Antonelli nos conta como concilia a vida de empreendedora, esposa, mãe e fashionista

Típica mulher moderna, casada, mãe, atriz, empresária e segundo ela, boa organizadora do Lar, Giovanna Antonelli não para. São mais de 20 anos de carreira e ela tem motivos de sobra para festejar sua trajetória artística. Seu currículo é recheado de papéis marcantes e garante ser movida a desafios “Amo a minha profissão. Não importa   o papel ou o tamanho dele, tendo bons elementos, eu me alimento e me divirto”, conta Gio (como é chamada pelos amigos).

A atriz concilia TV, trabalhos, família, negócios e ainda reserva tempo para cuidar da saúde e boa forma. Referência quando o assunto é beleza e estilo, aprendeu com o tempo que não há mistérios “o corpo responde com o que damos pra ele”, explicou ela, dona de um corpo sequinho e sem tempo para crise de idade, afinal os “40” chegaram, “Querendo ou não, a gente fica mais madura, mas não tenho tempo para neuras”, atestou ela.

gio3

Giovanna Antonelli é falante, sorridente, muito simpática e cheia de “ideias”, está sempre inovando. A mãe de Pietro, 11 anos , e as gêmeas Antônia e Sofia, 6 chega a ser exigente: “Sou hiperativa, monitoro tudo o tempo inteiro, quero saber tudo o que meus filhos estão fazendo. Sou uma pessoa extremamente exigente e organizada. Com isso, me tornei controladora, o que não é uma qualidade, dependendo do ponto de vista”, explica.As meninas gostam de esporte, ginástica olímpica, dança. E arte. Meus filhos desenham muito. Quando tenho de gravar em um fim de semana, chamo uma professora para ir lá em casa ficar com eles: cortam, colam, fazem bonecos. Amo incentivar esse lado lúdico. Pietro desenha absurdamente bem. E também é cinéfilo e skatista.”

Giovanna é uma das celebridades mais influentes sempre que está no ar. Tudo que ela usa vira objeto do desejo. Além das roupas, as fãs querem saber tudo sobre os sapatos, as unhas, a maquiagem e, principalmente, o cabelo da atriz que é o mais pedido da TV quando está atuando. E seu grau de popularidade é medido pelas ligações feitas para a Central de Atendimento ao Telespectador (CAT) da rede Globo.

Como empresária, Gio surpreende e aposta nos segio2tores de moda, beleza e bem estar, “É uma estrada, um aprendizado, mas há muito mais a realizar. Ao longo desses 25 anos, vim caminhando como desejei. No sentido das expectativas, do crescimento, das oportunidades. E abriram-se frentes em outras áreas pelas quais me interessei, de

empreendimentos”, .explica

O público também acompanha a vida de Giovanna além das telas: são mais de 5 milhões de seguidores nas redes sociais. Lá, ganha espaço a celebridade que não se importa em aparecer de cara limpa, num dia comum ou de muitos trabalhos, a mãe de três filhos, a adepta do crossfit, da vida saudável e a empresária que se desdobra em diferentes empreendimentos. Neuras por chegar aos 40? “Nenhum, obrigada. O momento é de celebrar a maturidade e a experiência. Acho que a vida te transforma de várias maneiras. Acontecimentos, dores, alegrias - tudo faz parte. O ideal é aprender a tirar o melhor e escrever sua história. Tento viver assim: em constante transformação.”

A cada trabalho, a associação do nome de Giovanna já levaram às mãos das brasileiras as cores preferidas de Gio que se envolve até com os nomes criativos dos frascos. A atriz já assinou várias coleções de joias em parceria com a marca Rommanel, uma linha de óculos escuros junto à Triton Eyewear e bolsas para a Le Postiche. E ainda conta ainda com sua própria coleção de fast fashion, feita para a Leader, inclusive com looks infantis (Sofia e Antônia, as gêmeas, posaram junto com a mãe).

Apesar de “ser péssima na cozinha” conforme afirma, ela fez uma mudança radical na alimentação, preocupada com a qualidade de vida deu origem ao restaurante Pomar Orgânico, no Rio, em sociedade com sua nutricionista e chef Andrea Henrique e o amigo Reynaldo Giannechini (o espaço apresenta apenas comida orgânica no cardápio e oferece uma mercearia com produtos sem glúten e sem lactose). “Andrea realmente mudou os hábitos da minha família, do meu marido, dos meus filhos, de todos que trabalham lá em casa. As compras de supermercado viraram outra coisa. As meninas pedem para comer salada...”(risos).

gio6

Além de atriz e empresária, Giovanna Antonelli é uma supermãe! E foi durante um evento de lançamento da campanha de “Dia das Mães da Samsung” que nos conhecemos pessoalmente e ela conversou com a imprensa. Ela se derrete quando fala nos três filhos e do casamento com o diretor Leonardo Nogueira. “Temos que ter planos para que a gente viva feliz, precisamos fazer o cotidiano ser incrível. E tem que ir acertando os pontos, não existe fórmula milagrosa. Existe a vontade de estar junto. Amo trabalhar com o Leonardo. Um respeita e admira o outro, isso é a base de qualquer  relação. Meu marido é extremamente criativo, objetivo, talentoso. Gosto de dar ideias a ele e de ouvir suas ideias. E meus filhos? Foram um presente divino pra mim!  Brinco muito com eles. Em casa todo mundo é super moleque. Quando os três se juntam, passa um de skate, de tênis de rodinha, todos pulam no sofá, criança tem de ser assim.”, salienta.

No bate-papo sobre  tecnologia e maternidade, Giovanna também contou como age na criação dos filhos. "Sou uma mãe limitadora. Na verdade, limitadora não. Sou uma educadora. Na minha casa, as coisas funcionam muito com diálogo e harmonia, que são dois ingredientes básicos pra você poder começar a tentar educar um ser humano. Dentro de um ambiente harmônico, tudo flui melhor. As coisas acontecem quando as crianças são ouvidas. Hoje, nós usamos muito psicologismo e acho que é positivo, evita muitos traumas que temos (risos)”. Confira mais um pouco de nossa conversa!

UR – Gio, como você administra seu tempo em meio a tantos projetos, trabalho, maternidade? Você parece tão antenada, feliz, cheia de vida...

GA – Sou uma mulher como qualquer outra, multitarefas,... cara quantas as vezes a gente não se divide em 03, tem que fazer tanta coisa durante a semana, sou péssima cozinheira mas digo que sou uma ótima organizadora do lar. Cada vez mais na Europa, EUA, eles lidam com a casa, a tecnologia ajuda muito. Eu muitas vezes já pude dar conta das coisas da minha casa sem ajuda de funcionários. Hoje a gente vai conhecendo a tecnologia e descobre que são ferramentas que vamos utilizando e não conseguimos viver sem.

UR – E agora que você ganhou esta cozinha maravilhosa...

GA – Ganhei esta linda cozinha, to trocando tudo, adorei, essa linha, o mais bacana de tudo não sei se acontece com vocês, mas o atendimento domiciliar nos tira dúvidas e nos ensina, apresenta soluções. Eles estão oferecendo muita assessoria, benefícios, ... você faz um três em um, coloca roupa na máquina,  a mãe multi trabalha, se diverte, lava passa, são facetas de vida... vou aproveitar muito, a gente não tem opção, como a mulher brasileira, trabalho muito, as coisas que faço é com paixão, então sou muito inteira no dia a dia em tudo que faço. Toda semana a gente, tem dificuldades novas, não tá fácil pra ninguém... hoje tá

mais fácil, houve um avanço muito grande enquanto encara a rotina de segunda a segunda gravando novela exige mais do que disciplina, como ela conta: – Me viro nos 30. Aproveito muito quando estou de férias com a família e aproveito muito meu trabalho nos momentos mais intensos. Vou curtindo cada momento.

gio4

UR – Mesmo não cozinhando, você não tem a curiosidade de fazer receitinhas para guardar nesta linda geladeira?

GA –Siiim, já está nos planos (risos). Na cozinha, vou aprender muito; me propus a cozinhar e estudar – tudo em família. Como calhou de tirarmos férias juntas quero fazer tudo em família, aprender cozinhar melhor...  marcar compromissos como este sempre para o primeiríssimo horário da manhã, para fazer o dia render. Se é domingo e estou cansada, digo para a cabeleireira que vou aproveitar para tirar um cochilo. Não raro, porém, Nelma entrega que a criançada demanda a atenção da mãe.

UR – Você é uma pessoa  gulosa?

GA – Eu como bastante, só que como muito bem. Como alimentos orgânicos, uso produtos naturais. Substituo o óleo de cozinha por óleo de coco, a manteiga tradicional por manteiga sem lactose, essas coisas. Sei o que é melhor pra mim. Claro que seu eu sair pra jantar fora em um dia de semana e quiser beber um vinho, eu vou pedir um peixe grelhado para acompanhar; é um equilíbrio diferente do que deixar de comer algo que se goste.

gio8

UR – E você continua apaixonda pelo Crossfit... 

GA –Para falar a verdade, eu adoraria não ter que ir, né (risos)? Mas, chegar aos 40, aprendi a me alimentar melhor e acredito também que essa coisa de dieta, no futuro, vai acabar. Estou bem radical. Não como massa e cortei o glúten, pois fiz um exame de sangue e constatei que me fazia mal. Para ajudar, eu me encontrei no crossfit. Tenho muita energia para extravasar, né, gente? Esse esporte é um desafio diário. Impressionante! Nunca c

hega ao limite. Mas não quero ficar musculosa, apenas ficar bonitinha. E, claro, focar na saúde!

UR – Porque toda mãe precisa de uma Samgung?

GA –Todos nós, pais e mães merecemos bons produtos, tecnologia, amo a vida, amo trabalhar, sou muito grata, agradeço muito, divido, peço saúde e que tudo tenha muito sentido. É uma prova de amor, essa minha garra esse prazer, me dá garra, meu público, as mulheres que se inspiram em mim (risos), todas as pessoas merecem. Sem dúvida nenhuma e a palavra mais exata é a gratidão. O povo e a imprensa me trouxeram até aqui. Devo

minha carreira a vocês e ao meu público. É um agradecimento eterno. Por isso, tento me reinventar sempre! Eu amo o meu trabalho de atriz.

 UR – De onde veio o tino  para os negócios, Gio?

GA –O tino para negócios não surgiu de uma hora para outra: esses investimentos estão sendo planejados há mais de uma década. Sempre tive vontade de dar novos v

oos. As ideias foram surgindo, fui correndo atrás e, graças a Deus, encontrei parceiros que puderam tornar meu sonho realidade. Aprendi e aprendo no dia a dia, com os erros e acertos.

UR – Qual é a sua relação com as redes sociais? Tem uma hora que você se desliga de tudo?

GA –Claro! Tenho crianças em casa, além do marido (risos). Chego em casa e falo: Para! Hoje não tem mais telefone, vamos nos curtir. A gente não pode deixar a tecnologia

jogar contra a gente. O mais legal dessa época é que os fãs têm rostos, sabemos quem são. Fico feliz com o carinho deles e tenho vários amigos devido a essas redes. É uma corrente do bem.

UR – O que é melhor ou ruim de ser mãe?

GA –Todos os dias, eu sou tão gente como vocês. O melhor de ser mãe é ser mãe, o pior ... moro no rj, é tudo muito difícil nesta , mas a gente tenta fazer um futuro melhor, ... a corrida do dia a dia faz parte mas acho que a preocupação maior tudo isso pq não temos Educação. Tenho três filhos que são muito incríveis! Cada tem sua personalidade, mas todos são muito bacanas e compreensivos . Acho que a pior parte se ser mãe é pensar no mundo que a gente está vivendo, nessa violência urbana, que é o que mais me assusta. Fico pensando muito no futuro dos meus filhos no Rio de Janeiro. Acredito que as crianças de hoje são a esperança. Espero que a gente consiga dar cada vez mais ética, boa conduta e caráter para eles. É isso que eles precisam para poder fazer um futuro melhor.

UR – Por quq você vai mudar para Portugal?

GA –Eu não vou mudar pra, lá. São apenas 03 meses de férias e vamos aproveitar para fazer coisas notórias. Eu gosto de ler, me dedicar , não é mudança são férias, uma temporada em Portugal com meu marido e meus filhos. A ideia da viagem é curtir um tempo em família e também estudar. Em Portugal, estamos no centro da Europa. Podemos fazer cursos em Londres, em Paris, ver coisas novas... Fiz um curso em Madrid há um ano e meio e gostaria de voltar para fazer outra etapa. Fora isso, quero aperfeiçoar línguas, como o italiano. Gosto de aprender e de me dedicar à minha profissão. São férias bem aproveitadas para estudar. Mesmo de férias, terei que voltar para o Brasil neste período por conta de trabalhos. Duas vezes por mês eu venho para cá, porque tenho um milhão de coisas que eu toco aqui e que ninguém pode tocar sem mim. Então, eu vou ficar indo e vindo. Vai virar um ponte aérea, mas faz parte da escolha.

gio9

UR – Como você concilia a tecnologia e as crianças?

GA –Minha vida já é ao ar livre. Moro em condomínio então meus filhos passam muito tempo brincando. Na minha época de criança não tinha nada de tecnologia, brincava na rua, nasci no Leme, temos uma relação muito legal com a natureza, os 3 gostam muito de por o pé  no chão, temos uma casa no campo, a tecnologia no caso para crianças tem que ser bem controlada... enquanto dona de casa e organizadora do lar, a gente aproveita bem isso tudo.

UR – Como se avalia como mãe? 

GA –Sou mãe leoa, capaz de matar por um filho, mas sou da conversa. Nunca bati ou briguei. Tudo funciona na base do diálogo. Praticamente faço lavagem cerebral com as crianças, ensino tudo conversando. Temos uma relação de respeito. Se o mundo não estivesse como está, queria ter uns dez filhos, mas do jeito que está é desanimador.

 UR – Entrar para a casa dos 40 gerou alguma crise de idade? 

GA –Não tenho tempo para ter crise. Adoraria ter uma, mas ainda estou sem tempo, não rolou. Estou há 20 anos trabalhando feito um jegue. E, além do mais, me amo! Sou completamente apaixonada por mim. Tenho a autoestima lá em cima!  

UR – Está há quase oito anos casada. Como faz para manter a paixão? 

GA – Amo estar casada e acho o máximo compartilhar a minha vida. Eu e o Leo trabalhamos muito e há algumas semanas que a gente não consegue se encontrar direito e isso é ótimo, porque não temos rotina. Então ficamos torcendo para ter um fim de semana junto, o que gera vontade de estar perto o tempo todo. 

UR – Você se leva muito a sério?

GA –  Acabei de lançar uma linha de esmaltes da Colorama, tem a minha empresa de depilação, GioLaser, vou lançar um suco no mercado e ainda tem meus licenciamentos...  Na hora de fechar os meus negócios. Eu sou bem general, talvez. Dou o meu máximo e acabo sendo exigente demais. Não só comigo, mas com as pessoas que estão ao meu lado. Tenho também muita pressa e sempre quero o melhor, para mim e todos os envolvidos.gio10

UR - E esse lance de você ter fama de "Fashionista desapegada?

GA - Sou uma grande espectadora da moda. Sou ligada, gosto, acompanho tudo e tenho fases de estilo ao longo da vida. Adoro mudar e ver as novidades e possibilidades que a moda traz hoje pro mundo. O que se faz com um closet lotado de roupas? Doar ou trocar peças com as amigas é um hábito comum também para as famosas. Foi durante uma sessão de desapego, em 2013, que eu tive a ideia de criar um evento para dar um destino a itens sem uso. Organizado pela Piny Montoro Assessoria, o bazar que leva o meu nome já teve edições em Rio e em São Paulo. A renda é voltada para entidades sociais. O projeto beneficente arrecada doações de minhas amigas, como Fernanda Paes Leme e Cleo Pires, e itens usados por mim. Roupas e acessórios de segunda mão são vendidos a preços acessíveis (vestidos de festa a R$ 15, por exemplo). São mais de 2 mil peças por cada bazar. Esta é uma oportunidade não só de ajudar outras pessoas e também de liberar espaço para seguir em dia com os lançamentos fashion que tanto amo (risos).

UR - E quais são os seus planos para o ano novo? 

GA – Preciso dar uma desacelerada. Estou emendando uma novela na outra há cinco anos. Em março, entro de férias e a única coisa que penso é em estar em casa, curtir meus filhos, viajar, malhar, pegar um sol, beber uma cerveja e assistir à Sessão da Tarde com ar condicionado. Não estarei no ar, mas terei minhas coisa para tocar.

botao voltar

Rosângela Cianci

Rosângela Cianci. Jornalista, blogueira, repórter, apresentadora, produtora de TV e idealizadora do site Universo de Rose. Incansável observadora do cotidiano, apaixonada pelo que faz. Ex-Secretária Executiva, sempre lidei com Diretoria e Presidência mas prestes a completar Bodas de Prata na área, resolvi desengavetar um sonho antigo: o Jornalismo. E parti pra nova luta com 40 (e uns anos), pois meu negócio é escrever e conversar sobre assuntos de A a Z...

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.